Vendas Online: Por que o conteúdo é o seu melhor vendedor? – Case de sucesso

Vendas Online: Por que o conteúdo é o seu melhor vendedor? – Case de sucesso

Artigo vendedor

Se você já acompanha conteúdos de Marketing Digital, com certeza já ouviu alguém dizer que o conteúdo éVendas online rei. Quando uma empresa investe em estratégia de Marketing Digital (veja como planejar sua estratégia), o objetivo é simples: aumentar as vendas online. Essas vendas online podem acontecer de forma direta ou indireta. Quando você vende um produto ou serviço que pode ser negociado online, é uma venda direta. Quando você tem, por exemplo, um negócio local, mas atrai clientes através da internet, a venda é indireta. Em ambas as situações, o que você já ouviu falar se aplica com autoridade: O conteúdo é realmente rei.

Mas se você já ouviu falar, continue com a gente, vamos mostrar na prática como um artigo de um dos nossos clientes atraiu diversos leads, vendeu e continua gerando resultados. Se você está totalmente por fora do assunto, não se preocupe, vamos explicar o passo a passo.

O artigo é o melhor e mais barato vendedor do seu produto ou serviço

Ok, isso a gente já entendeu, mas como isso é possível?  Bom, em teoria, criar artigos é fácil. Basta ter domínio de um assunto, e você tem do seu negócio, e escrever sobre temas relevantes. Certo? Certo, mas isso é metade da formação do artigo vendedor. Sim, é por isso que talvez você já tenha começado a escrever, já investiu tempo e energia desenvolvendo diversos artigos mas não atingiu nenhum resultado. Por mais gratificante que seja escrever sobre o seu negócio, ele só se mantém diante de uma premissa única: O resultado.

O que falta então para os meus artigos converterem em vendas online? 

Em plena era digital, nos deparamos o tempo inteiro com conteúdos virais, e essa expectativa de ser visto por todo o Brasil pode gerar frustração e falta de motivação para continuar escrevendo. Mas tenha algo em mente: O resultado. O seu artigo não precisa rodar o país, mas apenas chamar a atenção e ser consistente para aqueles que são seus potenciais clientes.

Vendas online

Então vamos ao passo a passo:

  1. Saiba sobre o que você está escrevendo

Parece ser uma regra básica e desnecessária de ser levantada por aqui, mas não é. Nem sempre o dono da empresa é quem escreve os artigos. Nem sempre o dono da empresa tem domínio de tudo o que pode ser explorado. Eu posso ter uma empresa de cosméticos e não entender por inteiro de um produto, do que ele é feito ou que tipo de alergia ele pode causar.

Mesmo que você saiba sobre o que vai escrever, pesquise mais a fundo, seja o melhor naquele assunto.

2. Saiba para quem você está escrevendo

Quando se tem o domínio de um determinado assunto, é normal que nomes técnicos comuns  para você mas desconhecidos para os outros, apareçam com frequência. Tudo bem, por vezes o seu público-alvo é qualificado para tal, mas por vezes não. A sua linguagem e da sua persona (baixe aqui o guia definitivo para montar sua persona) precisam estar em perfeita harmonia.

O mais importante não é a sua vaidade em mostrar que você conhece o assunto a fundo, é fazer com o que seu público entenda e veja valor naquilo que você escreve.

Vendas online3. Pesquise a concorrência 

Não tem problema algum você saber o que seus concorrentes estão fazendo, muito pelo contrário, é uma maneira de você entender melhor o que seu público-alvo está esperando e o que ele gosta ou não. Uma das melhores pautas de conteúdo é justamente o que a sua persona está comentando no conteúdo do seu concorrente.

4. Assunto repetido? Produza o melhor

Um assunto já explorado na internet não é exclusivo de quem o produziu. É comum encontrarmos diversas fontes que abordam um tema da mesma forma ou com alguns pontos de vista.

Seja qual for o conteúdo que sua empresa estiver produzindo, faça para ser o melhor. Muita gente começa uma estratégia de conteúdo e reproduz aquilo que deu certo e apenas. Mas se alguém já o fez e já deu certo, as chances do seu conteúdo quase que igual se destacar são muito pequenas. Veja vários exemplos que deram certo e que não deram certo de um mesmo assunto. Explore o melhor de cada um, trabalhe todos os pontos de vista. Produza um conteúdo completo, um artigo suficiente e mais para a demanda do leitor.

5. Mantenha o leitor no seu site

Um blog deve conter artigos para todos os níveis do funil de vendas (assista ao webinário sobre funil de vendas), ou seja: Vendas online

  • Conteúdo de entrada (É quando você desperta o interesse do seu público-alvo para o produto ou serviço que você vende, levantando problemas que por vezes ele ignorava, mas perceberá que tem e que são urgentes. Lembre-se: A primeira impressão é a que fica, muito cuidado para não apelar para vendas nessa hora, você deve entregar um conteúdo de muita qualidade e sem linguagem comercial);
  • Conteúdo de meio de funil (Sua persona já descobriu que tem um problema e agora ele precisa resolvê-lo. É muito comum esse tipo de conteúdo trazer a palavra-chave “como”, pois ele agora ele quer saber a solução);
  • Conteúdo de final do funil (Agora que sua persona percebeu que tem um problema e entende como resolver, seu produto ou serviço aparece como o revolvedor na prática. A partir do momento que ele concorda em saber mais sobre o seu produto ou serviço, ele se torna uma oportunidade para vendas).

 

Um exemplo: 

Você é um coach de moda e sua persona é uma mulher que trabalha fora. Imagine que ela acabou de conseguir um emprego novo que exigirá roupas mais sofisticadas. Ela está navegando no Facebook, por exemplo, e encontra em um link patrocinado um post falando de roupas que uma mulher de negócios não deve usar. Ao abrir, ela percebe que usa a maioria dessas roupas e percebe que tem um problema. Nesse artigo, você chama sua persona ao final para acessar o seguinte: “Como uma mulher de sucesso se veste no trabalho”. Nesse artigo você apresentas soluções, fornece várias dicas e a chama para um terceiro momento: “Como uma consultoria de moda vai me ajudar a ter sucesso no trabalho”. Vai ser aí que você contará como funciona o seu trabalho. Apresente se possível um case de sucesso (Como “fulano” foi promovido após nossa consultoria).

QUALIDADE

Vendas onlineLembre-se sempre, se você for mais um do mesmo, não importa o quão eficiente seja o seu produto ou serviço. O cliente desse século é o mais exigente de todos os tempos, até sua tomada de decisão, ele vai pesquisar muito. Mais importante que o preço, é o valor que sua persona vê na marca que ele escolherá e esse valor você gera a partir de informações gratuitas e valiosas para ele.

Links internos

A forma de manter esse leitor preso ao seu blog, é explorando links que o leve para outros artigos que preencham o conteúdo que ele está consumindo. Assim você fará com que ele rode entre as etapas do funil mais rapidamente.

6. Investimento

Para o seu blog ser encontrado de forma orgânica (gratuita) nas buscas do Google, leva um tempo. Você precisa produzir materiais de muita qualidade e com frequência e ele será ranqueado aos poucos. Esse processo pode ser acelerado através de Links Patrocinados e é muito importante que você invista.

Se o seu negócio é local, você precisou investir para começar e com a internet não é diferente. Claro que agora o seu investimento vai ser bem menor, mas diferente do espaço físico, você não vai ser visto só por abrir uma loja em uma rua onde as pessoas estão passando. O seu site, a princípio, é como se fosse um restaurante em uma cidade fantasma, é necessário trabalho e investimento para trazer seu público-alvo para essa cidade. A longo prazo, você já vai ter atraído as pessoas pra sua cidade e essas pessoas vão falar sobre ela até que o fluxo aconteça sem grandes esforços.

Vendas online

Case de sucesso: 

Um de nossos clientes é uma corretora de seguros. Uma das dores da persona do nosso cliente é a dificuldade de encontrar um fiador para alugar um imóvel. Produzimos um artigo sobre como alugar um imóvel sem fiador e levantamos modalidades de seguros e suas vantagens e desvantagens, cabendo ao leitor se identificar com uma das soluções. Ao final do artigo, fizemos uma chamada para uma simulação online e o resultado foram vendas online realizadas a partir daí.

Fizemos o artigo, patrocinamos o link e ele se tornou de um de nossos principais vendedores. Agora ele já vende sem precisar de investimento financeiro.

Imagine qual o custo de um vendedor para uma empresa? O artigo com certeza é o melhor custo x benefício.

Próximo postRead more articles

Gutemberg Fernandes

CEO Founder da Conexão Marketing, 12 Anos de experiência em Estratégias Digitais, co-autor do método Growth CNX, apaixonado por métricas e geração de resultados. Líder do time de prospecção inbound.

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Fechar Menu