Uma boa pesquisa de mercado = Marketing Digital com menos custos

Uma boa pesquisa de mercado = Marketing Digital com menos custos

Sabe quando você aplica várias ações de Marketing Digital mas não obtém resultados? Ou quando você entende que realmente precisa começar a sua estratégia mas não tem ideia do que fazer? É tudo uma questão de pesquisa de mercado.

pesquisa de mercadoMuitos empresários procuram agências de Marketing Digital para iniciar uma estratégia online, ignorando essa parte de pesquisa de mercado. Ora, quando você abre uma loja, um salão de beleza, um restaurante ou qualquer empreendimento, você precisa de um planejamento. 

Se você não sabe quem é seu público-alvo e como ele se comporta na internet, se você desconhece as ações e metodologias de seus concorrentes, não sabe qual o seu objetivo direto e indireto com as estratégias de Marketing Digital, você não vai atingir resultados.

Uma boa pesquisa de mercado te fará atingir melhores resultados por custos muito mais baixos.

Por onde então eu começo a minha pesquisa de mercado?

Comece exatamente no mesmo ponto do mercado offline. Você precisa ter muito claro o que é o seu negócio, para quem você vai vender, porque seu público-alvo vai comprar, qual o seu grande diferencial e qual a sua função dentro do mercado e da sociedade. 

Pode parecer obvio e você talvez queira pular para a próxima etapa, mas não faça isso. Os grandes fracassos da estratégia de marketing digital são explicados por falha nessa parte do planejamento.

Se o seu negócio é apenas uma forma que você arrumou de ganhar dinheiro e nada mais, vai ser muito difícil vender a ideia pro seu público-alvo. Então vamos lá!

1. O que é o seu negócio? Por que ele existe?

Seja específico nesse ponto. Se você vende produtos de beleza e existe para deixar as pessoas bonitas, por exemplo, aprofunde essa ideia. Você vende, então, auto estima para pessoas reais se sentirem protagonistas, estrelas da própria vida.

2. Para quem você vai vender e porque esse público não pode ficar sem comprar seu produto ou serviço?

Agora é hora de montar a sua persona, que nada mais é do que a personificação do seu público-pesquisa de mercadoalvo. Não pense que apenas os dados que você tem do mercado offline resolvem essa questão.

Seu público-alvo pode ser mulheres entre 25 e 40 anos, que trabalham fora, que são mães e vaidosas, mas a sua persona tem que ter um rosto, um nome, uma idade só, uma rotina bem definida, seus filhos também tem nome e personalidades.

Pode parecer besteira, mas é sabendo exatamente quem é que compra o seu produto, que você vai saber como é o seu comportamento na internet e que tipo de conteúdo, oferta ou propaganda deve fazer.

BAIXE NOSSO E-BOOK PARA TE AUXILIAR NA CONSTRUÇÃO DESSA PERSONA!

No nosso e-book, você vai aprender a montar o mapa da empatia, e assim saberá com mais profundidade quais são os problemas e dores da sua persona, e saberá, dentro do seu negócio, como resolver essas questões, e, principalmente, como convencê-la de que você é a solução.

3. Pesquisa de palavras-chave 

Agora é hora de saber quais pesquisas são feitas na internet envolvendo palavras-chave que fazem parte do seu mercado.

Exemplo: Você tem uma loja de aluguel de roupas de gala. Você fará uma pesquisa para saber como as pessoas procuram por esse tipo de serviço. Pode ser “vestido de festa”, “vestido para casamento”, “melhor vestido para madrinhas” e assim em diante.

Uma das principais ferramentas para se fazer essa pesquisa é o Google Ads. Basta criar sua conta e ir na opção de planejamento de palavra-chave, colocar um nome que faça relação a seu produto ou serviço que aparecerão várias opções e a quantidade de vezes que essa palavras são buscadas por mês. Você pode ainda segmentar essa pesquisa apenas para a sua região.

4. Tendência do mercado

Se você tem uma empresa que faz chocolate artesanal, por exemplo, provavelmente tenha aumentar suas ações de marketing na páscoa, dia dos namorados, dia da mulher, natal etc. A melhor maneira de saber é fazendo pesquisa de mercado.

Uma das ferramentas mais utilizadas para essa finalidade é o Google Trends. Você pode colocar mais de um termo sobre o seu mercado e perceber quais meses as pessoas mais buscam. 

Com essas informações, você sabe quando ser mais agressivo e quando ser mais agressivo e quando frear um pouco mais os investimentos.

Próximos passos

Com todas essas informações em mãos, você conseguirá planejar muito melhor todas as suas ações de Marketing. Que tipo de conteúdo produzir para as redes sociais, para as campanhas de Google, Facebook e qualquer tipo de link patrocinado. Isso porque você tem claro o que é o seu produto, para que ele serve, o grande diferencial, quem é a pessoa que vai consumi-lo na internet, quais são seus concorrentes, e como conquistar o coração da sua persona.

Deixe seu comentário se houver dúvidas, sugestões, o que você tem mais dificuldade e quais estratégias você já implementou e que deram certo.

Até a próxima!

Gutemberg Fernandes

CEO Founder da Conexão Marketing, 12 Anos de experiência em Estratégias Digitais, co-autor do método Growth CNX, apaixonado por métricas e geração de resultados. Líder do time de prospecção inbound.

Deixe uma resposta