Os tipos de redes sociais que valem a pena para o meu negócio

Os tipos de redes sociais que valem a pena para o meu negócio

Fala, galera! Muita gente me pergunta sobre os tipos de redes sociais que são mais indicadas para um determinado negócio.

Porém, eu já deixo uma coisa clara aqui: muitas vezes, falar com muita gente, significa falar com ninguém.

O que eu quero dizer com isso é que o conhecimento do público-alvo e da persona é o mais importante nessa dinâmica.

Não adianta você usar todos os canais, se a sua comunicação não for segmentada e feita de maneira assertiva. 

Afinal, mais do que ter presença digital, é preciso criar sinergia com seus possíveis clientes e “tocar na ferida” deles.

Por isso, além de falar sobre os tipos de redes sociais, na sequência, vou te explicar um pouco sobre o perfil de público de cada uma delas. 

Mas, antes, é importante entender o cenário do brasileiro na internet. Bora lá?

Tipos de redes sociais e o internauta brasileiro

Em primeiro lugar, é preciso entender que existem cerca de 134 milhões de brasileiros conectados à internet. Ou seja, diversidade não falta. 

Então, de acordo com a pesquisa TIC Domicílios de 2019:

  • 77% estão em áreas urbanas e 53% na região rural;
  • 99% usam os smartphones para se conectar, 42% computadores, 37% TVs e 9% videogames;
  • 90% acessam todos os dias a internet, 7% pelo menos uma vez por semana e 2% uma vez por mês;
  • Quanto aos tipos de redes sociais, o mais comum é o envio de mensagens por WhatsApp, Skype ou Facebook Messenger com 92%;
  • Depois, navegação no Facebook e Snapchat com 76% de preferência, seguido de chamadas de vídeo por Skype ou WhatsApp com 73%;
  • Porém, quando o assunto são buscas por informações, os produtos e serviços estão em primeiro lugar, com 59%. Após, os serviços de saúde com 47%, pagamentos e transações financeiras com 33% e viagens ou acomodações com 31%. 

Entretanto, também são importantes para os internautas brasileiros as pesquisas escolares e os estudos por conta própria. 

Além disso, é bom que você saiba também que, em média, 4 entre 10 brasileiros compram bens e serviços pela internet. 

Segundo dados da IBOPE Inteligência, os produtos ainda são a preferência na aquisição pela  web. 

Então, os diferentes tipos de redes sociais podem ser extremamente positivos para aumentar a visibilidade online. Desde que você saiba como usá-los.

Tipos de redes sociais e o perfil de público de cada uma

Bom, agora que você já está por dentro das características gerais dos internautas brasileiros, é hora de conhecer o perfil de público em cada uma das principais redes sociais. 

Entretanto, saiba que as informações que você verá abaixo são segundo o relatório Digital in 2019 e também com base na nossa experiência, ok? 

Pronto para conhecer quais os tipos de redes sociais que valem a pena para o seu negócio? Então, leia até o final!

YouTube

Em primeiro lugar, o YouTube ultrapassou o Facebook em 2019, sendo a rede social preferida de 95% dos internautas brasileiros.

Geralmente, ele é usado por pessoas que querem adquirir conhecimento de alguma maneira. Ou ainda, para tirar dúvidas sobre um determinado produto ou serviço.

Assim, essa é uma mídia digital válida para praticamente qualquer ramo de negócio. Entre eles, lojas de maquiagem, maquiadoras, empresas de tecnologia, revendedoras de carros, varejistas, cursos e muito mais. 

É importante estar ligado nas novidades e manter o canal atualizado. 

Facebook

Então, a segunda rede mais acessada tem 130 milhões de usuários brasileiros. Ela é útil para empresas que queiram investir em estratégias de Inbound Marketing.

Afinal, conta com um público abrangente, que procura se divertir, relacionar com amigos e familiares, acompanhar tretas, compartilhar memes e até tomar conta da vida alheia.

Portanto, é preciso cuidado com o que é postado, pois aqui as pessoas não buscam propagandas e sim conteúdo de valor ou entretenimento.

É válido para negócios de todos os tamanhos, mas requer cuidado na comunicação. Dessa forma, o bom é você testar diferentes postagens e usar apenas o que dá mais certo.

WhatsApp

É bem possível que esse seja um dos tipos de redes sociais que mais vai crescer no Brasil. Afinal, o famoso “zap zap” está instalado nos smartphones de 89% dos internautas.

Entre as instituições que podem se beneficiar com a troca de mensagens por esse app estão clínicas, consultórios, lojas, restaurantes e até gabinetes políticos. 

Vale tudo, vídeos, promoções, fotos de produtos, envio de cardápio ou até uma simples mensagem de relacionamento. Porém, com cuidado e sem exagero!

Instagram

Já o Instagram tem como característica o uso de fotos e informações úteis na timeline. As pessoas que estão lá querem acompanhar rotinas e ver novidades. Também estão mais dispostas a ofertas.

Porém, outros recursos como o stories e o IGTV têm aberto o leque de opções para as empresas que estão nessa rede.

Ela é bem-vinda para lojas em geral, inclusive de roupas e de departamento, celebridades que podem compartilhar seu dia a dia e Youtubers.

Entretanto, se engana quem pensa que outros negócios não podem se beneficiar. Por isso, lojas automotivas, agências de marketing e grandes empresas podem usá-las para mostrar bastidores e “segredos” do negócio, por exemplo. 

As transmissões ao vivo e o correto uso de hashtags também ajuda na visibilidade.

Twitter

De fato esse é um dos tipos de redes sociais que está em queda, mas que ainda é usado por quem gosta de um debate. 

Sim, é lá que a maioria dos haters aparece ou dos que gostam de comentar sobre reality shows, jogos de futebol, celebridades e programas de TV.

Por isso, se o seu negócio atua em algum desses ramos, esse pode ser um canal útil para gerar leads.

Da mesma maneira, ele é bom para criar enquetes, já que permite fácil interação.

LinkedIn

Por fim, vem um dos canais que tem o profissionalismo como pano de fundo. Porém, é muito útil para gerar parcerias e criar networking.

As pessoas que estão lá não estão apenas buscando emprego, mas também oportunidades de negócio. 

Dessa forma, agências de marketing, autônomos e quem precisa fazer marketing pessoal, pode se beneficiar. 

Então, qual desses tipos de redes sociais você acha que se encaixa melhor com o seu negócio? Tá na dúvida? Teste!

Eu sempre falo que o teste é o melhor caminho para saber o que dá certo. Portanto, defina a sua persona e comece! Até breve!

Gutemberg Fernandes

CEO Founder da Conexão Marketing, 12 Anos de experiência em Estratégias Digitais, co-autor do método Growth CNX, apaixonado por métricas e geração de resultados. Líder do time de prospecção inbound.

Deixe uma resposta