Inbound marketing para instituições de ensino: O desafio de captar e reter alunos no cenário atual

Inbound marketing para instituições de ensino: O desafio de captar e reter alunos no cenário atual

O avanço tecnológico modificou incontáveis aspectos de nosso cotidiano. Relacionamentos, hábitos de consumo, mercado de trabalho, a  forma como buscamos a informação, enfim, a sociedade como um todo em seus vários segmentos, precisou se adaptar ao rápido avanço da tecnologia. Imaginar que as instituições de ensino não passariam por essa transformação é ir de encontro à todo esse movimento, uma vez que são as próprias instituições que preparam seus alunos para ingressar no mercado de trabalho e , sobretudo, na sociedade de uma forma geral.

Quando os computadores foram inseridos nas escolas, o objetivo principal era ensinar aos alunos a respeito do uso dessas máquinas. Esse conceito caiu logo por terra, uma vez que tais tecnologias já eram comuns aos alunos, tornando-se assim primordial absorver essa tecnologia e inseri-la nos processos de aprendizagem e nas metodologias de ensino, dando um novo conceito as salas de aula.

Com toda essa transformação, vários novos conceitos foram sendo criados: Sala de aula invertida, EAD, gamification, microlearning e alguns tantos outros. Desta forma, entender o comportamento desse “novo” público tornou-se um grande desafio para as instituições de ensino, que passaram rever seu posicionamento no mercado.

No entanto, mesmo entendendo a necessidade de rever conceitos, muitas dúvidas surgem para os seus gestores. Dentre elas, destacamos:

Como captar novos alunos? Como reter esses alunos em nossa instituição?

A forma mais comum de captar alunos no mercado das instituições de ensino ainda é o marketing tradicional. Propagandas em rádios, TVs, jornais, panfletos, enfim, aquilo que chamamos de outbound marketing. É dessa forma que as instituições tem conseguido seus principais resultados.

Entretanto, o outbound marketing não permite que a instituição mensure os resultados obtidos, não conseguindo avaliar o que deu e o que não deu resultados. Além disso, não é possível segmentar o público e fazer uma ação direcionada, otimizando seus recursos apenas para quem demonstrou interesse. E é aqui que o inbound marketing pode ser determinante.

Como pode funcionar uma estratégia de inbound marketing para instituições de ensino?

O inbound marketing tradicionalmente é composto por 5 etapas distintas e interligadas entre si, sendo:

  1. Atração
  2. Conversão
  3. Relacionamento
  4. Vendas
  5. Análise de resultados

Para as instituições de ensino porém, uma sexta etapa não muito citada é determinante para o sucesso da estratégia: A retenção. Nas próximas linhas vamos explicar em detalhes cada uma dessas etapas:

Atração

Nesta fase é muito importante ter em mente uma coisa: Qual o seu aluno ideal?

Pense nos aspectos que rodeiam esse aluno. Sua faixa etária, hábitos, costumes, enfim, crie uma persona que represente este aluno. Desta maneira você conseguirá ser muito mais pessoal em sua comunicação, criando um aspecto determinante para sua estratégia: A PERSONALIZAÇÃO.

Neste eBook falamos sobre criação de personas com a utilização do mapa da empatia. Recomendo muito a leitura para facilitar a implementação dessa etapa em sua estratégia.

Uma vez definida suas personas (sim, pode ser que você tenha mais de uma), chegou a hora de chamar sua atenção para seu conteúdo. Isto pode ser feito de diferentes formas:

  • Produção de conteúdo
  • Anúncios, links patrocinados
  • Ações de SEO

Conversão

De nada adianta atrair sua persona para seu conteúdo se seu site não tiver chamadas para ação claras. É preciso que sua persona deixe seus dados em algum momento para acessar um conteúdo relevante para ela. É o que chamamos de recompensa digital. Você pode criar alguns testes voltados para área de atuação de sua instituição. Exemplo:

Se você tem uma escola de inglês, ofereça um teste gratuito de nivelamento. Para que o aluno tenha acesso a esse teste, ele precisará deixar seus dados. A isto chamamos de CONVERSÃO. Para que isso aconteça entretanto, ter uma Landing Page bem estruturada é fundamental. Neste artigo falamos sobre como produzir uma Landing Page efetiva.

A partir de agora sua instituição está pronta para o próximo passo.

Relacionamento

Este é o momento de estreitar os laços com seu LEAD (Pessoa que efetuou a conversão no passo anterior). A partir de agora, você vai conduzir este futuro aluno pela jornada de compra até o momento da matrícula. Neste artigo, falamos em detalhes como funciona esse relacionamento. Recomendo muito a leitura.

Vendas

Conduzindo seu futuro aluno através da jornada de compra, você terá muito claramente definido, aqueles que já estão prontos para uma abordagem mais direta para o fechamento de matrículas. Desta forma, o responsável por esta abordagem conhecerá mais profundamente o aluno, podendo fazer uma venda personalizada, atendendo exatamente aquilo que o aluno procura.

Análise

Aqui é fundamental analisar cada etapa e procurar entender o que deu certo e o que não deu certo. Desta maneira você terá condições de melhorar ainda mais o processo. Exemplo:

Se você conseguiu 50 alunos para sua instituição e achou que o número foi bom, ao analisar os passos de sua estratégia em detalhes, você pode perceber que os números poderiam ainda ser melhores. Desta forma, você corrige o que deu errado, reforça as ações que deram certo e fortalece ainda mais o processo.

Retenção

Aqui é muito importante continuar “nutrindo” seus alunos e também seus pais se for o caso,  com conteúdos ricos. Eles precisam ter a certeza de que fizeram a escolha certa. Tais ações fortalecem a marca de sua instituição junto aos pais e alunos, fazendo com que a opção de renovação de matrícula seja realizada de maneira espontânea e natural por eles.

Este artigo foi útil pra você? Deixe seus comentários. Até o próximo!

Próximo postRead more articles

Gutemberg Fernandes

CEO Founder da Conexão Marketing, 12 Anos de experiência em Estratégias Digitais, co-autor do método Growth CNX, apaixonado por métricas e geração de resultados. Líder do time de prospecção inbound.

Deixe uma resposta

Fechar Menu