You are currently viewing O que é conteúdo rico?
conteúdo rico

O que é conteúdo rico?

Galera, hoje vou falar de um assunto fundamental para a sua estratégia de marketing digital: conteúdo rico!

Com certeza você já sabe que ter presença online, com postagens interessantes e relevantes, é importante.

Porém, talvez ainda não tenha 100% de confiança para afirmar que sabe fazer ou já produz um conteúdo rico de verdade.

Afinal, esse é um cuidado que ajuda a gerar leads, tráfego e ainda guia o seu consumidor pela jornada de compras digital, desde que feito da maneira correta.

Por isso, vou começar do básico, te contando o que é esse conceito. Depois, te mostro alguns tipos de materiais que você pode criar e exemplos práticos. Vamos nessa?

O que é conteúdo rico?

Em linhas gerais, a explicação do que é conteúdo rico é bem simples: são materiais que resolvem problemas do seu público-alvo.

Entretanto, mais do que isso, são conteúdos mais detalhados, produzidos com cuidado e que são apresentados de forma atrativa para os leitores.

São mais extensos e aprofundados em um determinado tema. Ou seja, informam por completo e são verdadeiros guias ou explicações técnicas.

Além disso, geralmente é uma parte importante do processo de educar o consumidor.

Assim como, ajuda a fazer com que ele entenda como funciona um determinado produto ou serviço, por exemplo, ou se interesse pela sua empresa.

Comumente, ele é entregue mediante a troca de dados de contato ou cadastro. Por isso, é comum que eles façam parte de Landing Pages.

Porém, existem outras formas de explorar o conteúdo rico que você conhecerá abaixo.

Porque o conteúdo rico é importante e para o que ele serve?

Bom, como falei no início, o principal objetivo do conteúdo rico é atrair uma persona específica para o seu negócio.

Inclusive, ele é muitas vezes o primeiro contato que uma pessoa tem com a sua marca, produto ou serviço.

Depois, também já citei que ele é importante para gerar leads e tráfego. Os acessos ao seu site através dessa técnica te ajudam a ter mais relevância e a conquistar melhores posições no ranqueamento e pesquisas do Google.

Já quanto à conversão de leads, os seus conteúdos podem convidar a audiência para um cadastro em uma newsletter, para ler outro material ou até para fazer uma compra.

Quer mais? Essas produções também melhoram o relacionamento com as pessoas, ampliam o alcance da sua empresa e ainda:

  • Geram autoridade;
  • Podem auxiliar a nutrir leads já conquistados;
  • Aumentam a confiança na sua marca;
  • Tiram dúvidas e quebram objeções;
  • Ajudam a resolver problemas. Ao entregar solução, ampliam o interesse no seu negócio;
  • Contribuem para a fidelização;
  • Fortalecem a estratégia de marketing de conteúdo e de Inbound Marketing;
  • Constroem um bom engajamento, entre outros.

Já deu pra entender porque é importante e que serve para diversos objetivos diferentes dentro da estratégia de marketing digital, né?

Quais são os exemplos que você pode usar na sua empresa?

Quanto aos tipos de conteúdo rico que você pode gerar vou citar aqui os principais, junto com alguns exemplos.

Assim, fica mais fácil identificar qual o melhor material para você começar e como planejá-lo. Dá uma olhada!

E-book

Um bom exemplo que pode ser dado é para Nutricionistas. Esses profissionais podem criar, por exemplo, um e-book com receitas fitness exclusivas e disponibilizar o download do material em seus sites ou redes sociais através de um cadastro.

Dessa forma, oferecem um conteúdo rico, que ajudará várias pessoas e até seus pacientes.

Além disso, ainda terá como se comunicar futuramente com indivíduos que já demonstram interesse na sua área ou serviço.

É um material mais extenso e que deve ser bem elaborado para gerar autoridade.

Webinar

Aprender online agora é parte da rotina das pessoas, independente da idade. Esse é um dos legados que a pandemia deixou.

Por isso, o webinar é uma excelente forma de oferecer conteúdos relevantes e aumentar a visibilidade de uma empresa.

Geralmente, ele é mais indicado para especialistas em um determinado setor e tem mais poder no fundo do funil. Ou seja, na hora da tomada de decisão.

Mas, isso não impede que empresas de todos os tamanhos o utilizem, ok? Para exemplificar, um coaching pode usar esse formato para fazer palestras digitais.

Já uma empresa de tecnologia pode usá-lo para mostrar como é feito ou como usar um determinado produto ou software.

Podcasts

Semelhantes a programas de rádio, esses são conteúdos completos em formato de áudio que podem ser uma descrição de um blog post ou um material isolado, complementar à estratégia.

Por ser de fácil consumo, ele consegue atrair a atenção de uma audiência mais abrangente. Inclusive, de quem não tem tempo ou não curte ler muito online.

Aqui na Conexão usamos os podcasts para compartilhar informações do mercado, falar de tendências e atingir um público móvel, que está no carro ou ônibus, por exemplo.

Outros materiais que você pode fazer são infográficos, templates, blog posts, vídeos e Whitepapers.

Por fim, quero salientar que entre as vantagens desse tipo de conteúdo rico estão fatores como:

  • Baixo custo de produção;
  • Alta taxa de conversão;
  • Alta capilaridade;
  • Facilidade de divulgação;
  • Possibilidade de uso em diferentes campanhas e canais.

Portanto, a sua marca só tem a ganhar! Agora é com você, escolha por onde vai começar e se tiver dificuldade saiba que pode contar conosco.

Siga acompanhando nosso blog e fique sempre por dentro das novidades do mercado e das melhores estratégias de marketing digital. Até!

Gutemberg Fernandes

CEO Founder da Conexão Marketing, 12 Anos de experiência em Estratégias Digitais, co-autor do método Growth CNX, apaixonado por métricas e geração de resultados. Líder do time de prospecção inbound.

Deixe uma resposta